Por que optamos por Livros Didáticos?

4

Um dos aspectos relevantes do ensino de uma escola é a adoção dos materiais didáticos utilizados que melhor atendam à proposta pedagógica da instituição. Vemos que na maioria das escolas, os sistemas de ensino vêm sendo cada vez mais utilizados. O que são esses materiais? Por que são tão valorizados e adotados? Parte-se do pressuposto de que são completos, prontos, padronizados, atendendo às necessidades de qualquer escola, em qualquer região. Dependendo do sistema adotado, as escolas recebem o pacote pronto, até mesmo com as avaliações a serem aplicadas, aulas prontas, etc. Ao professor cabe apenas aplicar a apostila, tendo o cuidado de não estourar o prazo do bimestre ou trimestre, tendo às vezes que “correr” com a matéria. Percebe-se que esse material é que dita os rumos da escola. Os professores tornam-se meros “aplicadores de conteúdo”. O aluno é que tem que se adaptar ao material e não o inverso. Podemos inferir que ao adotar esses sistemas de ensino a escola abdica de sua autonomia e proposta pedagógica única, rendendo-se a uma fórmula pronta, mais digerível, facilitadora e que se amolda e abarca diferentes propostas e teorias para as mais variadas escolas.

Penso que isso é no mínimo preocupante. Esse formato reforça um tipo de educação que se restringe à mera transmissão de conteúdos.  O ensino precisa ser muito mais do que um treino para provas e testes. A meu ver, esse sistema de ensino se adequaria mais se fosse utilizado  no ensino médio, pela necessidade de preparar para o vestibular – mas que o educando tenha cursado anteriormente um ensino fundamental em que habilidades como proficiência em leitura e raciocínio lógico tenham sido muito bem trabalhadas. Também nos deparamos com outro aspecto não menos importante e parte integrante do currículo; a educação para os valores e para a cidadania. Os sistemas de ensino não dão conta desses e de outros aspectos que ultrapassam a simples transmissão dos conteúdos.

3

Na Escola Interação nossa opção foi e sempre será por materiais que orientem o trabalho do professor; ferramentas que favoreçam o aprimoramento da qualidade de seu trabalho. Trabalho autônomo, pensado e em consonância com a proposta pedagógica preconizada pela escola.

Temos sempre proporcionado aos profissionais um trabalho de formação dando-lhes a base teórica que os auxilia em sua práxis. Essa formação em serviço dá aos nossos professores meios para formular suas aulas com objetivos definidos, com foco na aprendizagem e necessidades individuais de seus alunos.

 A escola tem optado pela adoção de livros didáticos. Existem livros didáticos e livros didáticos. É preciso separar o joio do trigo, pois existe muita coisa ruim por aí e é preciso muito conhecimento teórico para escolher o melhor. Em nossa escola essa escolha sempre é feita de forma criteriosa, com análise aprofundada por profissionais que conhecem a fundo as teorias educacionais que dão suporte ao trabalho da escola. O livro didático, nesse contexto, está a serviço do professor, que tem a expertise de utilizá-lo de maneira a extrair o que é mais relevante para a situação de aprendizagem idealizada.

Uma grande vantagem que vejo na adoção do livro didático e outros materiais é a liberdade que a escola tem, a cada ano, de analisar o que há de melhor no mercado editorial e que atenda ao seu projeto pedagógico. A escola tem toda a autonomia em substituir esse material tão logo surja uma opção melhor e mais completa, sem compromissos que não sejam estritamente pedagógicos e educacionais.

Em paralelo ao livro didático, a escola utiliza a metodologia de projetos, que podem ser de diferentes áreas do conhecimento, em que o aluno vivencia situações de aprendizagem mais motivadoras que lhe permitem aprofundar seus conhecimentos.

 Não podemos também nos esquecer da tecnologia, cada vez mais presente nas salas de aula; a internet não pode mais ser dissociada do trabalho pedagógico da escola e nem da vida das pessoas. Tem sido uma contribuição muito valiosa que vem para complementar e enriquecer o ensino, tornando-o cada vez mais motivador, instigante e dinâmico. A revolução está apenas começando;  a interatividade proporcionada pela internet será cada vez maior e potencializará diferentes formas de aprendizagem. Livros e sistemas de ensino serão substituídos por outras formas de ensino on line. Isso ampliará ainda mais o leque de possibilidades. Isso permite que a  escola desenvolva um trabalho melhor e mais voltado às diferenças individuais e ritmos de aprendizagem de cada aluno. São novos paradigmas que estão chegando, e temos que estar preparados para essa nova realidade.

 

Elvira Russo de Paula

Diretora

0 respostas

Deixe uma resposta


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.