Solidariedade – Um valor que também se aprende na escola

Através das observações diárias surgiu o tema: “Solidariedade”. Acredito que valores como, respeito, valorização e pensar no próximo faz parte do nosso dia a dia e são valores importantíssimos para uma convivência, e é o que nos torna diferentes. Pude perceber que algumas atitudes das crianças poderiam ser repensadas, tais como: dar mais valor ao nosso lanche e alimentos do nosso dia a dia, pensar mais no próximo, agir diferente com os amigos. Dividi essa minha preocupação com os alunos do 2° ano B, pedindo a ajuda deles para juntos sermos diferentes. E começaram a refletir no que poderiam mudar. Foi um momento muito prazeroso, pois não é sempre que temos a oportunidade de repensar nossas atitudes.

O primeiro passo foi fazer um levantamento de atitudes de solidariedade que poderíamos  ter em pequenas situações do nosso dia a dia, e que nos tornariam cidadãos diferentes, ou seja, mais humanos. As crianças citaram atitudes diárias que seriam de grande valia e passaríamos a pensar mais no próximo. Surgem então algumas ideias como: Dividir o nosso lanche com os amigos, respeitar os mais velhos, respeitar os limites de cada um na sala de aula, entre outras. As falas dos alunos foram muito importantes para todos refletirem nas atitudes que devemos ter com o próximo, assim surgiram comentários como;

“Prô , quando um amigo tiver dúvida temos que respeitá-lo, pois somos diferentes e devemos aceitar as dificuldades dos outros, estamos aqui pra aprender, não é?!”

“Quando esquecermos o nosso lanche ou tivermos vontade de experimentar o lanche do amigo, não tem problema dividir…”

“Podemos pensar com mais carinho nos mais velhos e oferecer a nossa ajuda quando for necessário;”

E assim fomos registrando em um cartaz atitudes que nos tornariam diferentes, várias ideias surgiram. Entre elas a ideia de fazermos um lanche especial, um momento que teríamos para pensar no outro, onde todos iriam dividir seus lanches, ou seja, atitudes que podemos ter diariamente.

Enfim chegou o dia do lanche solidário e todos tiveram a oportunidade de desenvolver um olhar diferenciado na hora de lanchar. As crianças sentaram-se em roda e compartilharam o lanche, seguindo o que havia sido planejado. Houve toda uma preocupação das crianças e o mais importante foi que o trabalho envolveu todos os alunos. Pude perceber o envolvimento das famílias no trabalho. Os pais foram participativos e nos apoiaram reforçando em casa o valor que estava sendo discutido na escola. No dia do lanche solidário muitas crianças trouxeram lanches a mais e se preocuparam em dividir. Não deixaram ninguém sem experimentar. Foram solidários e era possível ver no olhar de cada um, o brilho e a satisfação de ser uma pessoa diferente. Este nosso trabalho apenas começou, pois temos uma longa jornada pela frente. Acredito que um trabalho como este pode fazer toda a diferença no cidadão de amanhã. Senti muito orgulho dos pequenos, pois estão passando a agir diferente e pensando mais no próximo. É visível como estão tendo um olhar diferenciado para as situações do nosso dia a dia. Vamos continuar plantando essa sementinha do bem. Pois serão nossos pequenos que farão a grande diferença no dia de amanhã.

Professora: Aline Bravo Tavares

0 respostas

Deixe uma resposta


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.