Aprendendo a pensar História!

Imagem1_ O que é uma ilha?

_ É um monte de terra cercada de água por todos os lados.

E assim muitos aprenderam Ciências Sociais (História e Geografia) em outras épocas. Escrevo isso pensando nos que nasceram em décadas passadas. Tempos em que decorar era aprender, saber era reproduzir linha por linha o que líamos nos livros, e de certa forma se sentir orgulhoso por reproduzir com perfeição o que os textos disponíveis traziam como verdade absoluta e incontestável.

Neste ano, buscando aperfeiçoar meus saberes nestas áreas do conhecimento, estou novamente me vendo como aluna rodeada de muitas questões, dúvidas e uma imensa vontade de aprender.

Acompanhada pelos professores desta área estamos estudando não o conteúdo propriamente dito, mas a forma. Em nossa escola, o processo e a forma são primordiais, não só o conteúdo é o que queremos que aprendam, mas como aprender é foco nos objetivos traçados.

Estudar e principalmente aprender história e geografia diferem circunstancialmente dos tempos de decorar e reproduzir; queremos, em nossa escola, que nossos alunos pensem, formem opinião, pesquisem de verdade, estabeleçam relação com o que leem, o que aprendem em aula e o que vivenciam no mundo. E para isso é preciso aguçar o espirito investigativo como o de um verdadeiro historiador, de um geógrafo, por meio de estratégias  e procedimentos de busca constante, que lhes dêem condições de debater com criticidade e de sustentar sua argumentação pautados em estudos e em seu próprio conhecimento.

Por estes caminhos, com escolhas e estratégias pensadas e planejadas para o trabalho com Ciências Sociais podemos garantir, além de um amplo campo de possibilidades de aprendizagem, um aluno pensante, tornando seu conhecimento significativo e possibilitando que isso seja ampliado para sua vida. Apurando sua percepção de mundo e disponibilizando ferramentas para que possa debater sobre diversos assuntos ou mesmo buscar informações sobre qualquer tema para que possa encontrar suas próprias respostas.

Focando neste objetivo, para seguir com a proposta da nossa escola na formação de um futuro cidadão que sabe fazer, ser e pensar precisamos constantemente nos colocar neste papel de aluno, de pesquisador, retomar nossas raízes, repensar a maneira como nos foi ensinado e principalmente organizar e traçar boas estratégias que contribuam com a formação dos nossos pequenos e não tão pequenos assim.

Vale ressaltar, para finalizar este texto, o quanto percebemos cada vez mais essas características em nossos alunos, o quanto são curiosos e famintos por informações, como querem e gostam de saber e se colocar e quando falo se colocar, quero destacar que fazem com propriedade e certamente seguirão aperfeiçoando isso a cada dia mais.

As aulas de história e geografia são ricas em conhecimentos, trocas de boas ideias, debates recheados de argumentação e pontos de vista defendidos de forma calorosa e efetiva. E claro, não poderia deixar de citar as intervenções que são brilhantemente colocadas por nossa equipe de professores (Aline, André e Ariston) que realizam com muita satisfação o papel de ensinar e fazê-los pensar…

 

Coordenadora Andreia

0 respostas

Deixe uma resposta


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.