Aprendendo a usar a Calculadora

No dia a dia o cálculo mental é muito útil, uma vez que raramente as pessoas dispõem de lápis e papel para fazer contas. Um cálculo estimado é aquele que permite saber, por exemplo, se o dinheiro que está na carteira é suficiente para fazer o pagamento de uma compra. Atividades sobre estimativa e aproximações precisam, então, ser propostas na sala de aula para que os alunos ampliem seus recursos de cálculo mental. Além disso, saber calcular mentalmente permite que os alunos se apropriem com maior compreensão dos procedimentos utilizados nas “contas armadas”.

As brincadeiras e os jogos são boas oportunidades para que os alunos desenvolvam estratégias de cálculo mental. Para jogar ou brincar, alguns podem fazer uso da calculadora como instrumento, para verificar se são adequadas e fazer ajustes, ou ainda para buscar outras hipóteses mais eficientes. Em suma, a calculadora é uma ferramenta com a qual os alunos aprendem a obter hipóteses, pois usada de modo planejado, não inibe o pensar matemático. Pelo contrário, ela tem efeito motivador na resolução de problemas, estimula processos de estimativa e cálculo mental.

A utilização da calculadora humaniza e atualiza nossas aulas, fazendo com que os alunos ganhem mais confiança para trabalhar com problemas e buscar novas experiências de aprendizagem.

 

Um abraço

Professora Fernanda

2º ano B

20160908_114327 20160908_114331 20160908_114337 20160908_114401 20160908_114407 20160908_114416 20160908_114424 20160920_105701 20160920_105714 20160920_105718 20160920_105748 20160920_105753 20160920_105759 20160920_105805 20160920_105832 20160920_105857 20160920_105923 20160920_105947 20160921_080148 20160921_080155 20160921_080201 20160921_0802111 20160921_080211 20160921_080659 20160921_080810 20160921_080819 20160921_080843 20160921_080953 20160921_093341 20160921_093418 20160921_093513

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.