6º ano: Agora é Fundamental II

O primeiro ano do fundamental II é repleto de novidades!

Mais professores, novas disciplinas, conteúdos mais complexos e aprofundados…para alguns uma nova escola.

atitudes

Tudo pode ficar confuso, parecer mais difícil! Para completar toda essa mudança na escola não podemos esquecer que estes pequenos estão entrando na fase da puberdade. Eles abrem os olhos para outras dimensões, começam a valorizar a vida social, as amizades, os passeios e a escola já não é mais a prioridade. Todas essas novidades acabam refletindo no desempenho escolar.

Estas mudanças não devem ser entendidas como um problema e sim uma oportunidade para aprender novas habilidades que serão muito importantes para a vida adulta. Aprender a lidar com as diferenças e diferentes, fazer planos, resolver conflitos e organizar ideias. Na verdade, todo esse processo não tem nada de tão complicado mas muitas vezes confunde a cabeça dos alunos que estão imersos em incertezas, expectativas e empolgações. Cabe aos pais acompanhar e saborear essas novidades, observar, apoiar e incentivar seu filho neste processo de crescimento.

Alguns pais pensam “Agora meu filho já é adolescente, já está no fundamental II e já consegue se virar sozinho”. EsseDia_da_Familia_na_Escola “já” não é tão simples assim. Os pais devem assumir um papel de coadjuvantes que dão sugestões, que apoiam decisões, que orientam e indicam caminhos. É necessário que os ajudem a conquistar a autonomia. Os pais devem participar da vida escolar ativamente neste período, participar de reuniões, acompanhar a agenda e as lições de casa, conhecer os professores e tirar suas dúvidas. Podemos dizer que teremos um processo de autonomia assistida, ou seja, encontrar um equilíbrio entre dar autonomia e ao mesmo tempo acompanhar suas tarefas. É importante que seu filho saiba que você está por dentro do que está acontecendo na escola, que cobre o compromisso com a rotina de estudos e seu desempenho escolar.

Um fator importante é a otimização do tempo. A rotina cansativa do dia a dia transfere a responsabilidade do estudo como-se-inspirar-saindo-da-sua-rotina-noticiasaos filhos e à escola. Porém, devemos lembrar que nesta fase seus filhos ainda não têm maturidade suficiente para caminharem totalmente sozinhos e embora a escola trabalhe nesta construção da autonomia, necessita da parceria efetiva dos pais neste processo. Portanto, quando falamos em otimizar o tempo, é de extrema importância traçar combinados com seu filho sobre a rotina de estudos em casa, estipular um horário específico para realizar as lições e rever o conteúdo que foi estudado em sala de aula, anotar dúvidas, fazer resumos e repetir exercícios para que posteriormente você retome com ele, verifique e se certifique que os resultados foram positivos.

Para uma maior eficiência neste processo, escola e família devem caminhar juntas, ou seja, buscar um trabalho de parceria para reforçarmos essa aprendizagem. O acompanhamento da rotina escolar deve ser realizado na escola e em casa pelo responsável, para que o adolescente entenda a real importância do estudo e obtenha sucesso em sua trajetória.

Devemos lembrar que esta fase inicial quando bem trabalhada dá um suporte importante para as séries seguintes. Portanto, vamos pensar numa autonomia dirigida de qualidade para a construção de bons estudantes.

 

                                                                                                  Profª/Orientadora

                                                                                             Carolina Boro Vieira Dias

0 respostas

Deixe uma resposta


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.