Porque sim não é resposta: Artigo de Opinião – 5º ano

Como você se sente convivendo em uma sociedade na qual tem a oportunidade de se posicionar diante de um determinado assunto e discuti-lo segundo suas observações, seus posicionamentos acerca da realidade que o cerca? Importante, não? Sim, pois essa atitude caracteriza você como sendo alguém que não cruza os braços diante de tudo que vê, diante de tudo que escuta, de tudo que assiste nos noticiários por aí.

Com o objetivo de como sempre formar alunos críticos, o 5º ano do Centro Educacional Interação vai  trabalhar neste trimestre, o artigo de opinião. Ele caracteriza-se como um gênero textual em que os argumentos têm condições de fazer com que o interlocutor acredite que realmente tem razão no que diz.

É comum encontrar circulando no rádio, na TV, nas revistas, nos jornais, temas polêmicos que exigem uma posição por parte dos ouvintes, espectadores e leitores, por isso, o autor geralmente apresenta seu ponto de vista sobre o tema em questão através do artigo de opinião.

É importante estar preparado para produzir esse tipo de texto, pois em algum momento, como por exemplo: um debate,  poderão surgir oportunidades ou necessidades de expor ideias pessoais através da escrita.

Nos gêneros argumentativos, o autor geralmente tem a intenção de convencer seus interlocutores e, para isso, precisa apresentar bons argumentos, que consistem em verdades e opiniões.

O artigo de opinião é fundamentado em impressões pessoais do autor do texto e, por isso, são fáceis de contestar.

Para produzir um bom artigo de opinião é aconselhável seguir algumas orientações. Observe:

a) Após a leitura de vários pontos de vista,  o aluno deverá anotar num papel os argumentos que mais lhe agradam, eles podem ser úteis para fundamentar o ponto de vista que  irá desenvolver.

b) Ao compor seu texto, ele deverá levar em consideração o interlocutor: quem irá ler a sua produção. A linguagem deve ser adequada ao gênero e ao perfil do público leitor.

c) É importante levar em consideração os argumentos  que anotou que podem fundamentar a ideia principal do texto de modo mais consciente, e desenvolvê-los.

d) Pensar sempre num enunciado capaz de expressar a ideia principal que pretende defender.

e) Pensar na melhor forma possível de concluir o texto: retomar o que foi exposto, ou confirmar a ideia principal, ou fazer uma citação de algum escritor ou alguém importante na área relativa ao tema debatido.

f) Crie um título que desperte o interesse e a curiosidade do leitor.

g)  Após o término do texto, o aluno terá que  reler e observar se teve um bom posicionamento  sobre o tema; se a ideia está fundamentada em argumentos fortes e se estão bem desenvolvidos; se a linguagem está adequada ao gênero; se o texto apresenta título e se é convidativo e, por fim, observar se o texto como um todo é persuasivo.

Então, como podemos perceber, num debate não basta dar a opinião e se colocar de um ou outro lado da polêmica. É preciso justificar a posição e apresentar argumentos, ou seja, explicações. Afinal, o objetivo de um bom debate é procurar fazer os outros aceitarem nossas idéias.

0 respostas

Deixe uma resposta


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.